Ela postou uma carta aberta no Facebook reclamando do salário. Ganhou 100 mil likes e uma demissão

25/02/2017

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Talia Jane, de 25 anos, desabafou sobre seus salário e as contas que ela tinha para pagar

Ela achava seu salário injusto e escasso para viver sem dívidas e preocupações. Então a jovem decidiu reclamar em público. Postou, nas redes sociais, uma carta aberta aos executivos da Yelp, multinacional sediada em São Francisco, na Califórnia.

A “carta aberta” em que ela reclamou de seus rendimentos viralizou e teve mais de 100 mil visualizações e milhares de compartilhamentos.

O texto foi endereçado ao presidente da empresa, Jeremy Stoppelman.

“Tenho carro, cartão de crédito, casa, essas coisas que sempre sonhei quando era bem mais jovem. Mas agora, adulta e com emprego, vejo o quanto essas coisas todas são, na verdade, símbolos de estresse, de irritação”, escreve Talia

Essa é a tal carta aberta ao chefão da empresa de Talia. “Ganho cerca de R$ 25 por hora de trabalho. Não dá pra pagar minhas contas, definitivamente. Só com dívida acumulada de cartão de crédito são mais quase R$ 3000”, diz o texto

“Ainda pago com transporte público, gás. luz, essas coisas”, completou.

O resultado do desabafo? Duas horas após a postagem, Talia acabou demitida!

A jovem tentou entrar no e-mail da empresa e percebeu que seu acesso estava bloqueado. Procurou saber o que tinha ocorrido e descobriu que tinha sido dispensada.

Pelas redes sociais, Tali ainda foi irônica: “Amo meu trabalho. Amo ser demitida, isso resolve todos os meus problemas de grana. Meu chefe diz que não, mas sei que o culpado pela minha demissão é o presidente, o ‘grande cara’, o chefão da minha empresa”

O presidente da empresa também postou uma resposta: ” Você deveria estar ciente de que os custos para alguém que mora em São Francisco são altos”

publicidade
Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.