Eike deixou o país com passaporte alemão e pode estar em qualquer lugar do mundo

O ex-bilionário e atual milionário Eike Batista, alvo de um mandado de prisão preventiva expedido hoje (26) pela segunda fase da Calicute, uma espécie de “filial” da Operação Lava-Jato, está foragido.

Ele é suspeito de participar de um esquema de corrupção e lavagem de dinheiro que teria escondido cerca de US$ 100 milhões no exterior.

O advogado de Eike argumentou que seu cliente viajou para Nova York na última terça-feira (24), em um voo executivo, cuja custo da passagem é estimado em R$ 22 mil.

As investigações do MPF e PF também miram pagamentos de propina durante o governo de Sergio Cabral (2007 a 2014).

Caso o empresário não se entregue em um curto período de tempo, ele será classificado como foragido e será alvo da Interpol, através da “difusão vermelha” do órgão.

Atualmente 191 países englobam um acordo com a Interpol.

A PF ainda não confirmou se o empresário desembarcou nos EUA.

Há suspeitas de que Eike possa estar viajando rumo a outro país da Europa, já que o mesmo possui cidadania e passaporte alemão.

Será que alguém o avisou da operação da PF?

 

 

publicidade