Diário do Brasil

Dinheiro de corrupção no Brasil daria para comprar 66.600 equipamentos de combate ao câncer por ano

Em abril de 2011, o Instituto do Câncer do Estado de São Paulo (Ices) recebeu um equipamento de tecnologia israelense capaz de destruir tumores

O ultrassom trabalha com ondas sonoras de alta frequência e serve para destruir células cancerígenas, sem a necessidade de cirurgia e anestesia […] um avanço incrível para aqueles que sofrem com a doença.

Pois bem […] não vamos entrar em detalhes técnicos sobre o aparelho. (caso você se interesse, a matéria está aqui)

Na época, o aparelho foi adquirido por R$ 1.500.000, o que era equivalente a 950.000 dólares. (dólar a R$ 1,58 em abril de 2011)

Fazendo um cálculo rápido, esse aparelho custaria cerca de R$ 3.000.000 nos dias atuais.

Estima-se que mais de 175 mil pessoas morrem por ano com a doença no Brasil.

Onde queremos chegar?

O procurador da República Deltan Dallagnol, chefe da força-tarefa do Ministério Público Federal na Operação Lava Jato, disse que os recursos desviados em corrupção no Brasil giram em torno de R$ 200 bilhões por ano.

Com R$ 200 bilhões poderíamos comprar mais de 66.600 aparelhos como esse.

Em 2013 o Brasil tinha pouco mais de 5570 cidades. (viram onde queremos chegar?)

É claro que o dinheiro não seria todo investido nesses equipamentos […] queremos passar somente uma ideia do quanto somos roubados.

Deu pra entender como a corrupção afeta a vida das pessoas? Você conhece alguém que já morreu de câncer?

Precisamos repensar nossos valores nas próximas eleições.


publicidade


error: Conteúdo protegido !!