Dilma vai continuar sufocando o brasileiro. Vem aí um novo aumento no preço dos combustíveis

sEUTROUXA

O governo Dilma Rousseff prepara um pacote de medidas para mostrar ao mercado financeiro que cumprirá em 2016 a meta de economizar o equivalente a 0,7% do PIB para pagar juros da dívida pública

Entre as medidas estão o aumento da Cide (contribuição que regula o preço de combustíveis) e de outros impostos chamados reguladores, como IOF (Imposto sobre Operações Financeiras). A ideia é anunciar as medidas somente em janeiro.

publicidade

O ministro da Fazenda Joaquim Levy (Fazenda) afirmou que “a Cide é boa, tem várias coisas a favor”, em um recado de que a alta do tributo faz parte dos planos do governo petista.

As medidas servirão como uma espécie de “plano B” caso o Congresso não aprove nenhuma das propostas apresentadas pelo governo para garantir mais dinheiro no caixa no próximo ano, como a recriação da CPMF e a repatriação de dinheiro de brasileiros no exterior.

O “plano B” foi encomendado pela presidente Dilma à sua equipe econômica e, inicialmente, está planejado para ser divulgado em janeiro depois de uma avaliação sobre o que foi de fato aprovado no Congresso.

O governo nega a existência do plano porque quer evitar que deputados e senadores desistam da aprovação das medidas do ajuste fiscal.

publicidade