Dilma foi ao STF para recuperar ‘mordomias’. Resultado: CAIU DO CAVALO

dilmastf

Dilma Rousseff encaminhou [há poucos dias] um pedido de ‘satisfação’ ao presidente do STF cobrando um posicionamento do órgão superior sobre o corte de algumas mordomias, feitos pelo presidente interino Michel Temer.

publicidade

Ricardo Lewandowski não hesitou em demonstrar impaciência com a ‘cara de pau’ de Dilma e determinou o arquivamento de pedido feito pela presidente afastada.

Advogados de Dilma questionaram o parecer da Casa Civil sobre o corte de mordomias, como o direito ao número ilimitado de assessores, transporte aéreo irrestrito e hospedagens em hotéis de luxo por conta do contribuinte.

O ministro disse [em sua decisão] que não cabe ao STF tratar do tema e que o mesmo assunto já foi levado pela presidente afastada à Justiça de Porto Alegre, e ainda não foi decidido.

Trocando em miúdos, o presidente do STF disse que isso não é problema dele ou da Suprema Corte.

publicidade