Dilma condena Michel Temer e diz que a ‘guerrilheira’ vai lutar até o fim

A presidente Dilma disse que o vice Michel Temer é “cúmplice” de Eduardo Cunha e do “golpe”, pois beneficia-se do processo de impeachment

Durante cerimônia no Planalto, na última sexta-feira, Dilma associou Temer a Eduardo Cunha (PMDB-RJ), afastado do mandato de deputado federal.

Em tom de ameaça, Dilma falou para uma plateia de beneficiários do Minha Casa Minha Vida e disse que um futuro governo Temer poderá tirar 36 milhões de pessoas do Bolsa Família.

“O Bolsa Família hoje contempla 47 milhões de pessoas. Seria como, então, para fazer só com 10 milhões, tirar 36 milhões e deixá-los à margem” – declarou a presidente.

Para encerrar o discurso, Dilma enfatizou:

“Já travei batalhas mais duras em minha vida. Estou acostumada com guerrilhas. Não desistirei […] lutarei até o fim”

 

publicidade


error: Conteúdo protegido !!