Deputado do PSDB propõe lei para obrigar entregas mais rápidas de pizzas e sanduíches

TucanoPizza

Todas as empresas que atuam no ramo de fast-foods em Goiás poderão ser obrigadas a entregar seus alimentos a domicílio em um prazo máximo de 50 minutos

(via Assembléia Legislativa de Goiás / ALGO)

publicidade

O deputado apresentou um projeto de lei fixando o prazo máximo de 50 minutos (em dias úteis) e 60 minutos (fins de semana e feriados) para que empresas de fast-food entreguem as pizzas, sanduíches e pratos encomendados pelos seus clientes, por telefone ou internet.

Sem nenhum receio do ridículo, o corajoso parlamentar explica que passou pela experiência de pedir um piti-dog e aguardar 1h40min antes da entrega, o que deixou a sua família no limite da fome.

A ideia do deputado é regulamentar um serviço que, segundo ele, vem recebendo inúmeras reclamações. “O objetivo – destaca ele – é assegurar o perfeito atendimento ao consumidor de pizzas, lanches rápidos e até os sanduíches, enfim alimentos de preparo rápido.

Os atrasos são corriqueiros e nunca ninguém se responsabiliza pelos eventuais atropelos na vida do consumidor, apesar da cobrança pelo serviço de entrega.”

O controle será feito a partir da emissão da nota fiscal dos produtos adquiridos. O não cumprimento da lei terá quatro tipos de punição: advertência por escrito, multa de R$ 350,00 no primeiro atraso, R$ 700,00 até a quinta reincidência e suspensão do alvará de funcionamento do estabelecimento.

publicidade