DENÚNCIA: Antes de anular votação, Maranhão teria se encontrado com assessor de Lewandowski

MARANHAOHERACLITO

A VEJA.com publicou uma nota gravíssima

A matéria diz que antes da tentativa de anular o impeachment, Waldir Maranhão (presidente interino da Câmara), estava numa reunião na casa do deputado Heráclito Fortes e se gabou para todos os presentes, que iria embora porque teria uma reunião com o chefe de gabinete do presidente do STF, Ricardo Lewandowski.

publicidade

Na sexta-feira [06] Maranhão ainda mostrou aos colegas a troca de mensagens com o assessor do magistrado.

Será que o nobre deputado consultou a suprema corte antes de tomar a decisão ?

Pode isso Arnaldo ?!?!?!?!

publicidade