Delator da UTC disse que Aécio recebeu R$ 300 mil em propina: “Não aguentava ele me cobrando tanto…”

aecio300

A assessoria do senador Aécio Neves disse que a  a citação de Rocha é “absurda”

De acordo com o colunista Rubens Valente, da Folha/SPCarlos Alexandre de Souza Rocha, comparsa e entregador de dinheiro de Alberto Youssef, teria afirmado em delação premiada que levou R$ 300 mil (em dinheiro) no segundo semestre de 2013 para um dos diretores da UTC Engenharia. O “tal” diretor confirmou que a quantia seria entregue ao senador Aécio Neves (PSDB-MG).

publicidade

Carlos Alexandre disse que trabalhou para o doleiro desde 2008 e transportava entregas (para vários políticos) que variavam de R$ 150 mil a R$ 300 mil.

Um outro funcionário da UTC, o  diretor financeiro Walmir Pinheiro Santana, também afirmou que o diretor comercial da empreiteira no Rio chamava-se Antonio Carlos D’Agosto Miranda e que “guardava e entregava valores em dinheiro a pedido” dele ou de Ricardo Pessoa, dono da UTC.

O entregador de Youssef relatou que, em uma das entregas, Miranda (diretor da UTC no RJ) “estava bastante tenso” pelos R$ 300 mil. Ele disse ter estranhado a ansiedade de Miranda e quis saber o motivo do nervosismo.

O diretor teria reclamado que “não aguentava mais a pessoa” lhe “cobrando tanto”. Rocha perguntou ao diretor quem seria essa pessoa. O diretor respondeu: “É o Aécio Neves”

Na época, Rocha disse que manifestou estranheza sobre o local da entrega ser o Rio de Janeiro, já que Aécio é de MG. Miranda respondeu: Ele tem um apartamento e vive aqui no Rio de Janeiro”.

trechodelacao

ASSESSORIA DE AÉCIO

A assessoria do senador Aécio disse que considera absurda e irresponsável a citação a seu nome, sem nenhum tipo de prova.

“É mais uma falsa denúncia com o objetivo de tentar constranger o PSDB, confundir a opinião pública e desviar o foco das investigações”. A assessoria disse que Ricardo Pessoa, dono da UTC, não incluiu Aécio na lista de quem recebeu recursos da empresa no esquema da Petrobras.

publicidade