Delator confirma que repassou R$ 21 milhões [ao PT e ao PMDB] em propinas da Usina de Belo Monte

belomonte23

O delator da Lava-Jato Luiz Carlos Martins [engenheiro ligado à Camargo Corrêa] confirmou ter repassado cerca de R$ 21 milhões em propina para o PT e PMDB referentes às obras da Usina de Belo Monte

Luiz Carlos declarou que, em 2011, levou ao presidente da Camargo Corrêa, Dalton Avancini, a “cobrança” que lhe havia sido feita pelo então presidente da Andrade Gutierrez Energia, Flávio Barra.

publicidade

“No sentido de que 1% dos valores desembolsados no contrato das obras civis de Belo Monte deveria ser encaminhado ao Partido dos Trabalhadores (PT) e ao Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB)” relatou

Martins afirmou também que cogitou comprar R$ 1 milhão em suco de fruta para maquiar suposta propina ao senador Edison Lobão (PMDB-MA), nas obras da usina.

leia a matéria completa no IG

publicidade