Delator complica o presidente interino: “Paguei R$ 1 milhão em propina para ele.É só a PF rastear o dinheiro”

antunesetemer

Um dos donos da construtora Engevix disse que o presidente interino Michel Temer recebeu R$ 1 milhão em propina

José Antunes Sobrinho, que cumpre prisão domiciliar, afirmou em delação premiada que o presidente interino Michel Temer foi o beneficiário de R$ 1 milhão de propina, paga pela Engevix.

publicidade

(A informação é de Daniel Haidar, em matéria da revista Época)

Temer teria recebido tal quantia em recompensa por um contrato de R$ 162 milhões da empreiteira com a Eletronuclear.

De acordo com a Época, Antunes contou que um ex-coronel da PM e sócio da empresa Argeplan [pessoa de confiança de Temer] ganhou o principal contrato de construção da usina Angra 3 com a Eletronuclear.

O coronel teria de comprometido a contratar a Engevix como subempreiteira para realizar a obra.

O delator afirmou que a Engevix pagaria R$ 1 milhão para “satisfazer interesses de Temer”.

Antunes [dono da empreiteira] disse ainda que pediu para uma prestadora de serviços da Engevix realizar o pagamento para Lima [o coronel da PM amifo de Temer], para acobertar a operação.

” O dinheiro pode ser rastreado pela PF para verificar se Temer foi de fato beneficiado” , afirmou Antunes.

O presidente interino Michel Temer negou as acusações.

publicidade