Delação de Marcelo Odebrecht vai demolir Lula e Dilma: “Sem propinas não existiria o PT”

delacaomarcelo

O Partido dos Trabalhadores está em pânico diante da provável revelação sobre o sistema que financiou as campanhas do partido nos últimos anos

A delação do empresário fornece uma perspectiva de que o PT não teria chegado onde chegou se não fosse a criatividade criminosa de mentes escaladas pelo partido para promover desvios bilionários dos cofres públicos.

publicidade

Desde 2002, todos os mandatos presidenciais foram financiados por esquemas criminosos, conforme já comprovou grande parte das investigações da Lava Jato.

As delações do empreiteiro Marcelo Odebrecht sobre a sua relação criminosa de sua empresa com o PT  prometem soterrar de vez o discurso loroteiro de Lula e Dilma.

Desde que foi transferido do Complexo Médico-Penal do Paraná para a carceragem da PF em Curitiba, Marcelo tem prestado vários depoimentos aos procuradores do MP e aos delegados da Operação Lava Jato.

Esses depoimentos fazem parte do acordo de colaboração premiada que o empresário pretende firmar com a Justiça.

Odebrecht tem revelado detalhes assombrosos sobre um sistema criminoso de financiamento do sistema partidário-eleitoral.

Tal metodologia teria sido concebida por mentes criminosas ligadas ao PT e com a participação e coordenação direta de Lula e Dilma.

Os depoimentos de Marcelo têm ajudado a elucidar um esquema criminoso de propinas na Petrobras e também em outras estatais durante os mandatos de Lula e Dilma.

As maiores obras do país estiveram sob responsabilidade da União, que foi comandada pelo PT nos últimos 13 anos.

O mega empreiteiro tem um vasto conhecimento sobre os esquemas criminosos colocados em prática logo nos primeiros anos do governo Lula, em 2002.


URGENTE (17/08)

bumlaientrega

Bumlai entrega o ouro: “Marisa me pediu ajuda para reformar o sítio e eu providenciei um engenheiro”


publicidade