Defesa de Cunha alega que seu cliente sofre de “aneurisma” e pede que Sérgio Moro o liberte

Durante depoimento feito hoje ao juiz Sérgio Moro, Eduardo Cunha (PMDB) leu uma carta (escrita à mão) onde faz um apelo ao magistrado

Cunha alega que sua liberdade é necessária devido a questões de saúde.

O ex-deputado informa na carta que sofre de aneurisma cerebral, “parecido com o caso da ex-primeira-dama Marisa Letícia”.

De acordo com o argumento do político, ele não está sendo submetido a nenhum tipo de tratamento dentro do complexo penitenciário.

Ao final da audiência, os advogados de Cunha apresentaram pedido de liberdade a Sérgio Moro.

(via Paraná Portal)


“Sofro do mesmo mal que acometeu a ex-primeira dama Marisa Letícia”

assista a partir do minuto 13:30

 

publicidade