Criador do ‘Baleia Azul’ diz à polícia que estava limpando o mundo: “Aqueles jovens não serviam para nada”

O russo Philipp Budeikin, de 21 anos, confessou à polícia que é o mentor do jogo suicida ‘Baleia Azul’

O jovem afirmou que ‘estava ajudando o mundo a limpar a escória da sociedade’ e que as vítimas não passavam de ‘lixo humano’:

“Eles morreram felizes. Não serviam para nada. Eram um desperdício biológico” disse Budeikin em depoimento.

Até o presente momento, Budeikin é acusado pela morte de 15 adolescentes que cometeram suicídio […] outros cinco foram resgatados no último momento e servirão como testemunhas de acusação contra o cabeleireiro.

O rapaz confessou que usava as redes sociais para influenciar crianças, através do conhecimento de seus hábitos e ‘paixões’, usando a língua e a cultura das vítimas.

Suspeita-se que ele tenha formado uma espécie de grupo de missionários, que deram continuidade ao seu trabalho que teria começado em 2013.

As informações foram publicadas no jornal britânico Daily Mail.


 leia também:

Criador do jogo da baleia azul foi preso na Rússia


publicidade


error: Conteúdo protegido !!