Coreia do Norte coloca exército em estado de prontidão


KIM Jong-un ordenou que seu exército “esteja pronto para atacar a qualquer momento”

(Sunday Express) A ordem veio depois que o tirano recebeu (de seus comandantes militares) um relatório completo sobre um plano para lançar mísseis sobre o território norte-americano de Guam, informou a mídia estatal KCNA.

O líder comunista também disse que Donald Trump deveria fazer “a escolha certa” para evitar uma guerra e salvar milhões de vidas de norte-americanos.

Segundo a KCNA, Kim disse que vai “observar as ações dos EUA por mais alguns dias” e se houver uma nova ameaça de “fogo e fúria”, a Coreia do Norte não perdoará:

“Os Estados Unidos foram os primeiros a trazer equipamentos nucleares estratégicos para nosso território e devem tomar a decisão correta. Se eles quiserem aliviar as tensões na península e evitar um confronto militar perigoso, que retirem suas tropas imediatamente

O secretário de Defesa dos EUA, Jim Mattis, disse que, caso a Coréia dispare um míssil em direção a Guam, ele será imediatamente interceptado:

“Não há o que temer. Nosso povo deve ter ciência de que temos tecnologia e equipamentos para bloquear qualquer ataque que venha da Coreia do Norte”


 

publicidade