Coreia do Norte acusa a CIA de tentar assassinar Kim Jon-un com “substâncias bioquímicas”

A Coréia do Norte acusou a CIA e a Coréia do Sul de organizar um plano para assassinar Kim Jong-un

A CIA e a IS foram acusadas de conspirar para assassinar Kim durante eventos cerimoniais públicos ocorridos em Pyongyang, informou a AFP.

O ministério das relações exteriores da Coreia do Norte teria afirmado que a Agência Central de Inteligência dos EUA e os Serviços de Inteligência da Coréia do Sul (IS) planejaram matar seu líder através de um “plano macabro” com “substâncias bioquímicas”.

Não foi detalhado quando a tentativa de assassinato teria ocorrido.

Na manhã de hoje, Kim visitou destacamentos militares em duas ilhas (Jangjae e Mu) controladas pela Coréia do Norte com o objetivo de organizar uma nova estratégia para massacrar o “exército de fantoches sul-coreano”, informou a mídia estatal KCNA.

“O líder comunista disse que o grupo de artilharia de elite que defende a frente sudoeste deve manter-se totalmente alerta para quebrar a espinha dorsal do inimigo”


publicidade


error: Conteúdo protegido !!