Com medo de perder a ‘boquinha’, artistas se unem contra Michel Temer

iluminados12

A classe artística promete bater de frente para para lutar contra a extinção do Ministério da Cultura

Eles não se preocupam com a roubalheira generalizada no país.

publicidade

Eles não se preocupam com os 11 milhões de desempregados.

Eles não se preocupam com as mais de 1,8 milhões de empresas que fecharam as portas.

Eles não se preocupam com as mais de 3,1 milhões de famílias que voltaram à condição de pobreza.

Eles só se preocupam com a LEI ROUANET!

Tudo que os nossos iluminados artistas de esquerda têm a protestar é sobre os cortes no Ministério da Cultura. É lamentável!

Marieta Severo, Renata Sorrah, Leoni, Marcelo Serrado, Marco Nanini, Tonico Pereira, Bruna Linzmeyer, Paula Lavigne, entre outros, querem montar um centro de resistência contra Michel Temer.

Mais de 60 artistas decidiram enviar uma carta de repúdio que será entregue ao governo interino de Temer.

Marieta Severo disse questionou: ” Como é que a gente negocia com um governo considerado ilegítimo?”, perguntou ao microfone.

Marcelo Serrado disse: “Aquele governo não me representa, mas este também não. Quero novas eleições. Eu não vou a Brasília apertar a mão do Temer”, disse o ator.

*** detalhe: Michel Temer não excluiu o ministério da Cultura. O presidente em exercício apenas anexou o MINC ao ministério da Educação ***

publicidade