CNJ vai abrir processo contra juiz que bloqueou whatsapp em todo Brasil

ministranancy

A ministra corregedora nacional de Justiça instaurou um processo disciplinar contra o juiz Marcel Maia Montalvão (de Sergipe), que determinou o bloqueio do WhatsApp em todo o Brasil

publicidade

O Jornal Nacional de ontem (03) informou que o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) vai avaliar se houve abuso de poder por parte do magistrado.

De acordo com o CNJ, a análise vai levar em conta se o Dr. Marcel Montalvão extrapolou o “limite da razoabilidade” ao bloquear o acesso ao whatsapp.

Montalvão terá um prazo de 15 dias para dar explicações ao conselho.

Se o abuso for constatado, a ministra corregedora poderá apresentar ao CNJ a abertura de processo administrativo disciplinar contra o juiz.

A punição varia de uma censura ao juiz até sua aposentadoria compulsória.

publicidade