Cerveró diz que não tem mais nada a perder e delata Lula e outros 11 políticos

cerverooutros112

O ex-diretor internacional da Petrobras, Nestor Cerveró, delatou outros 11 políticos beneficiados com irregularidades feitas em órgãos públicos

A delação apontou pagamentos de mais de R$ 500 milhões em propinas, envolvendo negócios da Petrobras e da BR Distribuidora.

publicidade

A informação foi divulgada no jornal O Globo.

Delcídio Amaral, Renan Calheiros, Jader Barbalho, Fernando Collor, Eduardo Cunha também aparecem nos depoimentos do ex-diretor.

Políticos que participaram do governo de FHC também teriam sido beneficiados em um negócio que envolveu US$ 100 milhões, referente à compra da empresa argentina Pérez Companc feita pela Petrobras em 2002.

Cerveró também disse que a compra de campos de petróleo na Angola rendeu algo em torno de R$ 50 milhões para a campanha do ex-presidente Lula durante a campanha de 2006.

As negociações foram comandadas pelo ex-ministro da Fazenda, Antonio Palocci [de acordo com a delação de Cerveró]

publicidade