Caso Temer assuma a presidência, país ficará sem vice-presidente. Entenda a linha sucessória

temerassume

“Formalmente, não existirá vice. Cunha assumirá a presidência somente em caso caso de vacância definitiva, causada por falecimento ou renúncia, e são convocadas novas eleições.”

Com o afastamento definitivo de Dilma, quem assume o cargo é o vice-presidente, Michel Temer (PMDB).

publicidade

Em entrevista ao portal UOL, o professor de direito direito constitucional da FGV explicou que, na prática, o sucessor do presidente será Eduardo Cunha (PMDB-RJ).

Cunha seria seria o primeiro na fila de sucessão para ocupar a Presidência em casos como viagens ou enfermidades que obrigassem  Michel Temer a se afastar do cargo.

Seguindo a sucessão estão o presidente do Senado, Renan Calheiros e o presidente do STF , Ricardo Lewandowski.

O professor explica ainda que, de acordo com a Constituição, não há mais ninguém na linha sucessória.

publicidade