Casagrande tenta explicar o sucesso da carreira: “Sempre fui admirador de Lúcifer.Deus não é tão bom assim”

casao

O ex-jogador Casagrande revelou ao programa “Morning Show” [da Jovem Pan] que sempre teve admiração por Lúcifer, se referindo ao demo, encardido, vermelhinho, coisa ruim, o cão, o ardiloso etc…

publicidade

“Sempre fui admirador de Lúcifer. Contestava muito a história de Cristo. Pesquisei, li livros sobre demônios. Me atraía por aquilo. Li Bíblia Satânica. Era muito louco. Sempre fui ligado à caveira. É uma marca. Tinha um time de várzea que se chamava ‘Veneno Show’, o distintivo era uma caveira. E Deus não é tão bom assim”, contou.

O comentarista global tem sido ‘massacrado’ na mídia devido às suas declarações polêmicas.

O “Casão” irá lançar um livro São Paulo no próximo dia 12/7 : “Casagrande & Sócrates: uma história de amor”

Seria tudo isso uma jogada de marketing?

publicidade