Cardoso entra com liminar para anular grampo telefônico: “Colocaram em risco a soberania nacional”

blablablagoverno

José Eduardo Cardozo, advogado da União [a serviço de Lula] deu entrada no STF com um pedido de liminar para “suspender os efeitos da decisão” do juiz Moro, que quebrou o sigilo das conversas telefônicas de Lula

Cardozo acusa Moro de “divulgar o conteúdo de conversas envolvendo a Presidenta da República” colocando “em risco a soberania nacional, em ofensa ao Estado democrático republicano”.

publicidade

“— A interceptação é medida extrema que ofende direitos e garantias constitucionais, como a privacidade. Assim, ofende gravemente a ordem jurídico-constitucional divulgar o que não tem a ver com a interceptação ou a investigação.”

Cardozo argumenta que interceptações telefônicas de um presidente da República só poderia ser feito com a autorização do STF.

CONVERSA FIADA

Como já foi explicado ‘trocentas’ vezes, o grampo não foi feito no telefone de Dilma […] e sim no telefone de Lula. Mas o governo insiste nessa ‘pataquada jurídica’

publicidade