Cantora baiana se pronuncia após xingar a PM de Salvador: “Fui agredida. Foram eles que me xingaram”

03/03/2017

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Após uma polêmica envolvendo a cantora D.M. (preferimos não citar o nome inteiro dessa cidadã) durante o carnaval deste ano em Salvador, a assessoria da dita cuja emitiu uma nota se ‘defendendo da PM’

O fato aconteceu no último dia 28 em Salvador.

Ao passar com seu trio elétrico em frente ao camarote da Polícia Militar,  a cantora baiana interrompeu o show e começou a fazer gestos obscenos (com o dedo médio) para o público e para os policiais.

Em certo momento, ela fica tão irritada que chega a dizer palavrões no microfone. (reveja aqui …)


O OUTRO LADO

D.M. se pronunciou e alegou que foi orientada a parar de cantar por ordem da produção.

Ela diz que um fiscal de pista da Empresa Saltur informou, ao passar pelo quartel, que o trajeto terminava ali.

Seguindo então a ‘tal ordem’ da produção, a cantora teve que sair às pressas para a entrada da próxima atração, que seria o bloco das Muquiranas.

OS XINGAMENTOS

A nota da assessoria de D.M. diz o seguinte ao portal Bahia Notícias:

“Foi quando começou uma gritaria e ela achou que era uma briga. Foi olhar e se surpreendeu ao ser xingada por quem estava no camarote (se referindo ao camarote da PM). O trio já estava sendo desmontado e ela pediu para ligar o microfone novamente para explicar ao povo que o som tinha parado por orientação da Saltur. Ela foi agredida mais ainda”


Resumindo, a versão da artista diz que não foi ela que xingou a PM. (parece que o vídeo mostra outra coisa).

De acordo com a baiana, foi a PM e as pessoas que faziam parte do camarote da corporação que começaram as ofensas.


 

publicidade
Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.