Enquanto venezuelanos estão comendo gatos e pombos para sobreviver, Lula grava vídeo de apoio para Maduro

lulaemaduro241016

paracaima0

Cansados de comer cachorros, gatos e até pombos, venezuelanos invadem o Brasil em busca de comida

“Vim para o Brasil porque preciso remédios para minha esposa que está doente. Também há escassez de medicamentos na Venezuela. Depois daqui, iremos atrás de comida para abastecer nossas famílias”, disse um venezuelano.

publicidade

O portal G1  informou que a crise econômica na Venezuela está provocando uma corrida de venezuelanos para a cidade de Pacaraima, norte de Roraima.

A cidade fica na fronteira com a Venezuela.

paracaima

Venezuelanos aguardando atendimento no posto de fiscalização da Polícia Federal, em Pacaraima

Centenas de pessoas chegam diariamente ao município, que tem pouco mais de 10 mil habitantes.

Desesperadamente, eles buscam comida e remédios. Alguns chegam a viajam até um dia inteiro.

Filas enormes de venezuelanos são formadas para comprar itens como arroz, farinha de trigo, óleo, macarrão, manteiga e açúcar.

Famílias inteiras sofrem com o desabastecimento de alimentos na Venezuela.

Lojas especializadas em eletrônicos, oficinas e até farmácias estão abrindo espaço nas prateleiras para vender alimentos.

Pacotes de de arroz, macarrão, açúcar e óleo estão sendo vendidos por até R$ 100.

PESSOAS COMENDO CACHORROS, GATOS E ATÉ POMBOS

A situação da Venezuela já alcançou um ponto sem retorno.  O caos se tornou irreversível.

Abaixo uma foto de Caracas na sexta-feira passada:

paracaima2

A escassez, o desespero e a fome chegaram a tal ponto, que os venezuelanos estão caçando cachorros, gatos e até mesmo pombos para poder comê-los.

Leia o que diz o portal PanAm Post:

Ramón Muchacho, prefeito de Chacao (uma subdivisão administrativa de Caracas), disse que as ruas da capital venezuelana estão repletas de pessoas matando animais para comê-los.

Em seu Twitter, Muchacho relatou que, na Venezuela, é uma “realidade dolorosa” o fato de que pessoas estão “caçando gatos, cachorros e pombos” para aliviar sua fome.  As pessoas também estão catando restos de vegetais das lixeiras e do chão para se alimentar. […]

Seis oficiais das forças armadas da Venezuela foram presos por roubarem bodes para matar a fome, uma vez que não havia mais comida em seus quartéis.

À medida que o desespero se intensifica, a criminalidade se torna inevitável.

LULA APÓIA MADURO, O DITADOR DOENTE

 

publicidade