Câmara votando projeto na madrugada. Senado desacatando ordens. Ministros do STF se atacando

O senador Renan ultrapassou os limites do bom senso ao desobedecer uma ordem da Suprema Corte

(J. Ribeiro, de Brasília para o Diário do Brasil)

Imagine se todo cidadão brasileiro começar a não cumprir liminares determinadas pela Justiça.

Entraríamos imediatamente em um estado de desobediência civil.

Renan abusou de sua autoridade e jogou a imagem de um ministro do STF na lata de lixo.

Outros 7 senadores que fazem parte da mesa do Senado também endossaram a afronta ao poder máximo da nação:

João Alberto, Sergio Petecão, Zezé Perrella, Romero Jucá , Gladson Cameli, Vicentinho Alves e Renan Calheiros.

O Senado Federal teve que encerrar suas sessões.

O Brasil parou e tudo isso custa dinheiro público.

O STF também está ‘por conta’ do ato de desobediência do senador.

Na ultima semana, a Câmara protagonizou um escândalo vergonhoso ao desfigurar o projeto das 10 medidas contra corrupção.

Gilmar Mendes pediu o impeachment de seu colega Marco Aurélio.

O país perdeu o rumo e o controle! Somos um avião sem piloto!

Isso tudo sem contar que as delações da Odebrecht estão vindo por aí […] a todo vapor.

Resumindo

Quando os poderes de uma nação entram em conflito, já dá para imaginar o que pode acontecer.

Uma possível intervenção militar, que antes era vista como ‘loucura’, já começa a tomar contornos de realidade no cenário nacional.

 

 

publicidade