Caças americanos sobrevoam Coreia do Sul e Kim reage: “Se continuarem, soltarei mísseis de hora em hora”

Na manhã de ontem (16) bombardeiros supersônicos da Força Aérea dos Estados Unidos sobrevoaram a Coreia do Sul

O sobrevoo foi um alerta para a Coreia do Norte, comandada pelo ditador Kim Jong-un, após seus recentes lançamentos de mísseis nucleares.

Caças F-16 americanos escoltados por aviões F-15K da Coréia do Sul e outros dois bombardeiros B-1B Lancer realizaram um voo a baixa altitude.

Em um telefonema para o primeiro-ministro japonês Shinzo Abe, Trump advertiu que as ameaças da Coréia do Norte “atingiram um novo patamar”.

A RESPOSTA

Kim Jong-un avisou hoje aos Estados Unidos que as ações militares imprudentes de Washington estão agravando fortemente a situação na região.

“Estas extremas e imprudentes provocações dos guerrilheiros imperialistas dos Estados Unidos estão forçando a península coreana a apertar o botão de explosão de hora em hora”, disse a agência KCNA.

A matéria informou que o Exército Popular da Coreia tem todos os meios necessários para conter as agressões e provocações dos Estados Unidos.


publicidade


error: Conteúdo protegido !!