Bruna Surfistinha se filia ao PT e faz discurso emocionante: “Não há neste país alma mais virgem que eu”

bruna

*** esse é um texto original de Joselito Muller, um personagem fictício que pauta as suas matérias em humor e sátiras ***

publicidade

Bruna Surfistinha, escritora premiada e defensora da ‘moral e dos bons costumes’, participou na tarde de hoje (26) de um ato de filiação ao Partido dos Trabalhadores.

Estiveram presentes, além do ex-presidente Lula, a prisão de ventre chamada Dilma Rousseff, José Dirceu (via teleconferência direto da cadeia de Curitiba) e diversos meliantes, digo militantes, que ganharam um pão com mortadela e um vale de R$ 30,00.

Animada e cheia de projetos, a ‘escritora’ discursou na tribuna de honra:

“Assim como não há viva alma mais honesta que Lula, não corpo vivo mais puro que o meu”.

A declaração causou um surto de alegria nos militantes que não puderam aplaudir porque estavam comendo o pão com mortadela.

Bruna negou que a filiação tenha ocorrido com pretensão de se lançar candidata ainda este ano.

Questionada pela imprensa sobre qual cargo ela tem vontade de concorrer, a escritora foi enfática:

“Quero ser presidenta!”

A novidade incendiou as redes sociais.

 

publicidade