Brasileiros serão cotados para colonizar Marte. Quem sabe a NASA nos faz um grande favor ?

Nasa

Em uma futura eventualidade, a NASA poderá buscar pessoas mais adaptadas à radiação do planeta vermelho, como os brasileiros

A NASA abriu nessa segunda-feira, 14, um espaço para que astronautas americanos se candidatem a missões na Estação Espacial Internacional,na órbita lunar e, eventualmente, em Marte. No caso do planeta vermelho, porém, ainda há um problema a ser resolvido: os altos níveis de radiação.

publicidade

Um veículo espacial até pode ser blindado para determinados níveis de radiação, e a base em Marte poderia ser construída no subsolo, de forma que vários metros do solo fossem usados como proteção contra o efeito. Mesmo assim, na hora de explorar a superfície do planeta, apenas a roupa espacial não seria suficiente.

Uma das possíveis soluções para o problema seria recorrer a astronautas acostumados a lidar com um nível de radiação mais alto. Na cidade de Ramsar, que fica localizada ao norte do Irã, os níveis são os maiores da Terra, cerca de 80 vezes maior que a média mundial.

E onde entra o Brasil nesta história? Pois saiba que por aqui também existem lugares com altos níveis de radiação natural, como é o caso das praias próximas a Guarapari, no Espírito Santo. O mesmo acontece em Yangjiang, na China, e em Karunagappally, na Índia.

Por enquanto a NASA está considerando apenas candidatos norte-americanos para a futura missão a Marte. Mas, na eventualidade de a agência espacial buscar pessoas mais adaptadas à radiação do planeta vermelho, brasileiros, indianos, chineses e iranianos poderiam entrar na mira do ambicioso projeto.

Fonte: Cnet 

publicidade