Brasileiros estão no limite. Veja o vídeo completo do lobista Julio Camargo sendo expulso de um restaurante

CamargoAngra

Durante a última semana, o lobista Júlio Camargo, um dos delatores da Operação Lava-Jato, foi hostilizado e expulso de um restaurante em Angra dos Reis, no Rio de Janeiro

O ex-consultor da Toyo Setal estava no local com a família, quando a discussão começou. Camargo foi xingado de “corrupto”, “vagabundo” e “pilantra”. Uma das pessoas que estava no local disse, aos gritos, que Camargo deveria colocar tornozeleira eletrônica.

publicidade

Um outro cidadão revoltado disse que Camargo “não tem capacidade de ganhar dinheiro honesto”. Irritado, o lobista chegou a empurrar um dos clientes do restaurante antes de deixar o local.

Uma senhora (provavelmente da família de Camargo) interrompeu a filmagem, dando um tapa no celular, dizendo: “Se não fosse por ele, os políticos não estariam denunciados”

Júlio recebeu pena de 14 anos de prisão por lavagem de dinheiro e corrupção. Em razão de sua colaboração para desvendar o esquema de corrupção na Petrobras, teve a pena reduzida pelo juiz Sérgio Moro a cinco anos de prisão. A pena foi substituída pela prestação de serviços comunitários semanais de 30 horas.

publicidade