“Brasil, verás que um filho teu cospe no outro”

O deputado federal PSOL recebeu uma advertência do Conselho de Ética (kkk) da Câmara

Jean Wyllys afirmou que cuspiria de novo em Bolsonaro caso fosse provocado.

Durante a votação do impeachment da ex-presidente que estocava vento (leia-se Dilma ou Janete) Wyllys cuspiu em Bolsonaro e alegou que teria sido provocado.

“… cuspiria de novo […] eu jamais cuspiria em alguém porque tenho valores […] mas fui insultado durante anos e cheguei no meu limite […] cuspiria outra vez em Bolsonaro” disse o ex-bbb.

Jean afirmou que não irá recorrer à Comissão de Constituição e Justiça e declarou:

“Guardarei essa advertência como um troféu daquela noite pavorosa” 


publicidade


error: Conteúdo protegido !!