Australianos são presos por posse de explosivos em avião da Gol. Destino seria São Paulo

Australiablog2

As prisões ocorreram no aeroporto na cidade de Santa Cruz de La Sierra, Bolívia

O Jornal boliviano El Deber informou que foram presos três suspeitos de cidadania australiana. Os acusados foram retidos por forças especiais de luta contra o narcotráfico, no Aeroporto Viru-Viru em Santa Cruz de La Sierra, na Bolívia.

publicidade

Eles estavam na sala de pré-embarque do aeroporto e iriam embarcar em um avião da empresa Gol, com destino a cidade de São Paulo.

Durante a revista foi encontrado explosivos dentro da mochila de um dos elementos. Os objetos encontrados foram uma banana de dinamite, uma cápsula de detonação e uma sacola plástica contendo um produto granulado, de cor rosa, que ainda será periciado, mas a primeira hipótese é que também seja explosivos, como relata a matéria do jornal El Deber.

O comandante da Polícia de Warnes,  Freddy Meneses, disse que “o crime de posse ou porte de explosivos perante as leis bolivianas, são tratadas com punições severas”.

“Hay el delito de tenencia y portación de explosivos, y en nuestro ordenamiento legal se ha establecido con sanciones drásticas”, disse o comandante.

Os australianos identificados por seus passaportes eram Justin Maurice Wei kwong, de 25 anos, Musumeci Julian Giovane Vincenzo, de 24 anos, e Eales Lian Mark, de 24 anos.

Os suspeitos alegaram para as autoridades que são turistas e que foram visitar as regiões de Oruro e Potosi, antes de chegarem à cidade de Santa Cruz de la Sierra. Alegaram que estavam em visita turística pelo país desde o dia 23 de outubro, quando passaram por La Paz, Sucre, Uyuni e Potosi, visitaram uma área de mineração onde adquiriram o explosivo.

Os Australianos aguardam a decisão do Juiz sendo que porte e posse de explosivos no país, especialmente em aeroportos, é punível com pena de 3 a 5 anos de prisão.

Dilma “abre a porteira” e libera exigência de vistos para estrangeiros durante Olimpíadas de 2016

Dilma Rousseff sancionou hoje (24) a lei aprovada pelo Congresso que prevê a dispensa de visto para estrangeiros durante quatro meses, entre junho e setembro do ano que vem, para facilitar a entrada dos atletas e turistas que desejarem vir ao Brasil para acompanhar os Jogos Olímpicos de 2016. (leia mais…)

publicidade