Atuação das Forças Armadas nos presídios será limitada. Temer está enxugando gelo

Raul Jungmann, ministro da Defesa, disse em entrevista coletiva, que a ‘ajuda’ do exército será limitada

O estado que necessitar da presença dos militares, deverá se manifestar formalmente perante o Governo Federal.

De acordo com Jungmann, os militares usarão equipamentos sofisticados para fazer um ‘pente fino’ nos presídios.

Os tais equipamentos irão detectar armas, explosivos, artefatos, enfim, a função das Forças Armadas será fazer uma única varredura no local solicitado.

Daí em diante, cada estado se encarregará de coibir novas entradas de ‘coisas ilícitas’ dentro dos presídios.

Sabemos que os estados não terão condições de manter os presídios ‘limpos’.

Não há mão de obra suficiente, os salários dos servidores estão atrasados, não há sequer dinheiro para abastecer viaturas …

Essa ação do Governo Federal é como enxugar gelo!

Bastará o exército virar as costas e tudo voltará a ser como antes.

Voltamos a repetir!

O Exército deve ser uma presença constante nos presídios (e nas ruas) até que o tal Plano de Segurança (anunciado pelo governo) seja colocado em prática!

publicidade


error: Conteúdo protegido !!