Ato de Gleisi dizendo que “ninguém tem moral” é parte de um roteiro dirigido por uma cineasta premiada

gleisiclaquete

O momento em que a senadora Gleisi Hoffman disse ao Senado que “ninguém ali tinha moral para julgar Dilma” era parte de um roteiro encenado e dirigido por uma cineasta profissional

O espetáculo protagonizado por Gleisi teria sido previamente combinado com uma diretora premiada.

publicidade

Já sabendo que o processo de impeachment é praticamente irreversível, o PT jogou todas as fichas para construir seu filme (que se chamará GOLPE) e tentou levar ao povo brasileiro uma visão distorcida do momento político no país.

Cada passo de cada parlamentar petista foi acompanhado de perto por uma equipe profissional de filmagem com o intuito de produzir um documentário sobre os bastidores do impeachment de Dilma Rousseff.

Uma cineasta de 33 anos, com um currículo em universidades de Nova York e Londres, foi especialmente contratada para dirigir as filmagens.

Petra Costa ficou conhecida após a produção do longa-metragem ‘Elena’, premiado em diversos festivais e aclamado pela crítica como uma experiência única no cinema contemporâneo.

A ideia ‘base’ do roteiro do documentário é provocar a oposição petista e colocar Dilma em um cenário de vitimização.

O filme será divulgado pelos quatro cantos do mundo e tentará emplacar uma história ‘loroteira’ para tentar enganar os espectadores.

(com informações de Amanda Costa do Jornal da Cidade Online)

publicidade