Assessores do Planalto dizem que o Rivotril não está funcionando: “Ela grita,xinga,ameaça e chora”

assessoressurto

Dilma está se entupindo de calmantes desde o aparecimento da crise […] que ela própria criou

Auxiliares próximos dizem que os medicamentos nem sempre surtem efeito

publicidade

Dilma tem surtos desde antes do processo de impedimento, já faz tempo que ela destrata quem está ao seu lado, porém nos últimos meses esses surtos aumentaram. Fazem uma comparação dela com o Collor antes do processo de impeachment dele, mostrando que ambos diziam estar tudo bem e o que acontece é o contrário.

A presidente da República está dominada por constantes explosões nervosas e, além disso, exibe total desconexão com a realidade do País.

Assessores palacianos, já acostumados com a descompostura presidencial, andam confusos com o seu comportamento às vésperas da votação do impeachment .

Ainda de acordo com relatos, a governanta está conflituosa, fora de si e mais agressiva do que nunca.

Nessa semana, ela mandou eliminar jornais e revistas do seu gabinete.

Mesmo assim, tentando se isolar da mídia, ela ainda dispara palavrões aos montes a cada nova e frequente má notícia recebida.

Os mais próximos da presidente estão com medo e evitam fazer comentários sobre o processo de impeachment.

SÉRGIO MORO

A presidente chamou de “traidores” e prometeu “vingança” a algumas pessoas.

Um assessor pessoal disse que a presidente está jogando pesado contra o juiz Sérgio Moro, da Lava Jato.

“Quem esse menino pensa que é? Um dia ele ainda vai pagar pelo quem vem fazendo”, disse.

O REMÉDIO

Reportagem da revista IstoÉ informou que a presidente está medicada com dois remédios ministrados a ela:

rivotril e olanzapina, o segundo é usado para esquizofrenia a tem efeito calmante.

 

publicidade