Artigo americano diz que vencedor do Prêmio Nobel de Medicina descobriu cura do câncer em 1926

ottoprize

A cura do câncer e de diversas doenças, degenerativas ou não, existe desde 1926, e ainda, sem a necessidade de tratamentos caros e remédios milagrosos da indústria capitalista farmacêutica

Otto Warburg, um brilhante cientista, começou a fazer pesquisas sobre o mecanismo por trás do câncer em 1920

publicidade

(Tradução do artigo publicado na Revista Medical News Today)

Em 1927 foi publicado “O Metabolismo de Tumores no Organismo” (The Metabolism of Tumors in the Body) por Otto Warburg, Franz Wind, and Erwi’n Negelein do Kaiser Wilhelm Institut far Biologic, Berlin-Dahlem, Alemanha.

“Warburg descobriu e demonstrou que as células cancerosas são células normais que se tornam células cancerosas anaeróbicas uma vez que elas não têm o mínimo de 35 por cento de oxigênio. As células, em seguida, iniciam a fermentação de açúcar no sangue (glicose) como uma fonte de combustível, bem como as células de organismos primitivos fazem.

Este processo de fermentação anaeróbia é conhecido nos círculos médicos como o “fator Warburg”, mas que é todo o crédito que eles estão dispostos a concedê-lo. Como acontece com todos os grandes pensadores, os resultados de Warburg foram disputados. No entanto, até o momento ninguém foi bem sucedido em provar que ele estava errado com ensaios clínicos.

Ele disse que a principal causa do câncer é a substituição da respiração de oxigênio nas células normais do organismo pela fermentação do açúcar. O câncer se alimenta do açúcar.

O conhecimento sobre como funciona o câncer vem se acumulando por um longo tempo agora, no entanto, continua a ser uma das principais causas de morte.

Warburg disse que isso iria continuar enquanto “os profetas do agnosticismo tivessem sucesso em inibir a aplicação do conhecimento científico no campo do câncer.”

Os “profetas do agnosticismo” que ele se referiu incluem organizações como a Associação Médica Americana (AMA), que costumava se opor ao açúcar, mas agora não mais, porque eles simplesmente não tem certeza do que é ruim para você. A ciência do “nós-não-sabemos” governa hoje.

Resumindo em palavras leigas: A principal causa do câncer é a substituição da respiração de oxigênio nas células normais do corpo por uma fermentação do açúcar. 

“Portanto, para prevenir o câncer é necessário manter a velocidade do fluxo sanguíneo tão alta que o sangue venoso ainda contenha oxigênio suficiente; em segundo lugar, manter elevada a concentração de hemoglobina no sangue e em terceiro, adicionar sempre aos alimentos, mesmo em pessoas saudáveis, os grupos ativos das enzimas respiratórias; e aumentar as doses destes grupos, se um estado pré-canceroso já se desenvolveu.

Se, ao mesmo tempo carcinógenos externos forem rigorosamente excluídos, então, a maioria dos tipos de câncer poderiam ser impedidos hoje.

Estas propostas não são de forma alguma utópicas. Pelo contrário, elas podem ser realizadas por todos, em qualquer lugar, a qualquer hora. Ao contrário da prevenção de muitas outras doenças a prevenção do câncer não requer nenhuma ajuda do governo, e nenhum dinheiro extra”.

publicidade