Aparelho que faz massagem cardíaca mecanicamente pode salvar o dobro das vítimas de infarto

lucastm

A parada cardíaca súbita continua sendo uma das principais causas de mortes no mundo ocidental. A maioria dos pacientes acabam morrendo antes de chegar ao hospital.

Estes números não estão mudando ao longo dos anos. Porém, os especialistas dizem que se o cuidado adequado estiver disponível, 30% dessas mortes poderiam ser evitadas.


As doenças cardiovasculares são responsáveis por 29,4% de todas as mortes registradas no Brasil em um ano. Isso significa que mais de 308 mil pessoas faleceram principalmente de infarto e acidente vascular cerebral (AVC). Estudos do Instituto Dante Pazzanese de Cardiologia (São Paulo) mostram que 60% dessas vítimas são homens, com média de idade de 56 anos. A alta freqüência do problema coloca o Brasil entre os 10 países com maior índice de mortes por doenças

publicidade

Um aparelho chamado LUCAS™ foi criado com o objetivo de salvar a vida de pacientes com parada cardíaca súbita e evitar danos neurológicos, mantendo um suprimento constante de oxigênio necessário ao cérebro.

O aparelho é portátil e pode ser carregado facilmente em uma mochila. Ele realiza compressões toráxicas ininterruptas. Quem já precisou fazer massagem cardíaca sabe que realizar tais compressões manualmente com alta qualidade é difícil e cansativo e, em certas situações é impossível.

O LUCAS™ é uma ferramenta segura e eficiente que uniformiza as compressões torácicas de acordo com as mais recentes orientações científicas. Ele fornece a mesma qualidade para todos os pacientes e ao longo do tempo, independente das condições de transporte, cansaço dos socorristas, ou falta de experiência do acompanhante.

O aparelho libera os socorristas para se concentrarem em outras tarefas que salvam vidas e cria novas oportunidades de resgate.

Estudos experimentais mostram que as compressões controladas mecanicamente com o LUCAS ™ são capazes de sustentar maior quantidade de fluxo sanguíneo no cérebro e coração em comparação com compressões manuais. Os efeitos colaterais são semelhantes como para as compressões manuais.

publicidade