ANTES DE SAIR:Governo Dilma autorizou aumento de 237% em prestações do “Minha casa, minha vida”

tchaudilma

As prestações de imóveis financiados pelo “Minha casa, minha vida” ficarão até 237,5% mais caras a partir de julho

O valor máximo passará de R$ 80 para R$ 270 por mês, para quem tem rendimento de R$ 1.200,01 a R$ 1.800.

publicidade

O valor mínimo, para famílias com renda até R$ 800, subirá 220%: de R$ 25 para R$ 80.

O Ministério das Cidades informou que os novos valores passarão a valer para contratos assinados com a Caixa Econômica Federal e o Banco do Brasil a partir do dia 1º de julho.

Em nota, o Ministério alegou que os reajustes se devem à “atualização dos custos da construção” e às “melhorias estabelecidas nesta nova fase”.

*** o ajuste foi autorizado pelo ex-governo Dilma Rousseff ***

publicidade