Ameaça de bomba no Congresso Nacional mobiliza Polícia Legislativa e interdita Salão Verde

bombacongresso

Paul Deeter, chefe da Polícia Legislativa da Câmara dos deputados, confirmou a ameaça

De acordo com informações da assessoria do órgão, um homem da cidade de São Paulo ligou para a Câmara Federal através de um telefone público e disse que uma bomba havia sido colocada no Salão Verde.

publicidade

O Salão foi interditado e a Polícia Legislativa fez uma varredura no local para encontrar os tais ‘artefatos explosivos’ , porém nada foi encontrado.

Jornalistas, visitantes e funcionários da Câmara foram retirados do local às pressas.

Deeter disse que tudo não passou de um “alarme falso” e que não foi a primeira que esse tipo de ameaça aconteceu.

publicidade