Ambientalistas dizem que recuperação do Rio Doce é quase impossível. Impacto pode durar mais de 100 anos

TempoRioDoce

Para grupo de ambientalistas, já é tido como certo a impossibilidade de se recuperar o rio Doce

(JULIANA BAETA- O Tempo) O impacto ambiental causado pelo rompimento de duas barragens em Bento Rodrigues, distrito de Mariana, na região Central de Minas, ainda é pouco divulgado pelos órgãos oficiais do governo.

publicidade

O biólogo e ecólogo André Ruschi, que atua na Estação Biologia Marinha Augusto Ruschi em Aracruz, Santa Cruz, no Espírito Santo, acredita que os rejeitos só começarão a ser eliminados do mar em 100 anos, no mínimo.

“Já estamos acostumados a lidar com vários tipos de sonegação de informação, falsificação de resultados, etc. São empresas historicamente inadimplentes e sempre com problemas em cumprir as exigências dos órgãos ambientais nas suas licenças. O primeiro laudo já indicou a presença de mercúrio na água do Rio Doce”, comenta.

publicidade