Aécio Neves se encontra com investigado. Cautelar emitida por Fachin proíbe contato com outros réus

Momento em que JOSÉ SERRA deixa a casa de Aécio Neves em Brasília (FOTO: WILTON JUNIOR/AE)

Aécio Neves se encontrou com José Serra (investigado na Lava-Jato) na última quinta-feira

Desrespeitando uma ordem judicial emitida pelo ministro Edson Fachin, o senador mineiro recebeu o político José Serra em sua residência.

Segundo o jornalista Cláudio Humberto (Diário do Poder), o encontro ocorreu na quinta-feira (18) , horas após a determinação de Fachin, que dizia:

“Ao deferir medida cautelar requerida PGR, o ministro Edson Fachin determinou ao senador Aécio Neves que não contatasse qualquer pessoa investigada ou ré no próprio feito.”

Serra esteve na residência de Aécio (em Brasília) junto acompanhado de um grupo de senadores.

Caso o ministro Fachin entenda que sua determinação foi desrespeitada, a prisão de Aécio Neves poderá ser decretada.

O PSDB divulgou hoje (20) uma nota relatando que a ‘proibição’ de contato com investigados se restringe somente à ação em questão (Operação Patmos, deflagrada no último dia 18).

“O senador José Serra sequer é citado no processo em questão, inexistindo, portanto, qualquer descumprimento da decisão judicial. Desde que tomou ciência da determinação, Aécio Neves tem cumprido a ordem em todos os seus termos.”

José Serra foi citado na delação de Joesley Batista como beneficiário de 20 milhões de reais durante sua campanha à presidência.


(fonte)

publicidade