A FARSA! Lewandowski já sabia do fatiamento do impeachment 9 dias antes da votação final

elejasabia

O colunista Josias de Souza (do UOL) revelou detalhes da articulação macabra que culminou na farsa jurídica do ‘fatiamento’ do impeachment de Dilma

A matéria relata que a idéia desastrada partiu do advogado mineiro João Costa Ribeiro Filho, suplente do senador Vicentinho Alves.

publicidade

João Costa conversou com a senadora (e ex-ministra de Dilma) Kátia Abreu.

A senadora então pediu a aprovação de Dilma, que autorizou (juntamente com seu advogado José Eduardo Cardozo) o seguimento da trama.

Nove dias antes da votação final do impeachment, o advogado Ribeiro Filho e Kátia pediram uma reunião com Lewandowski e avisaram o ministro que fariam um requerimento para pedir a votação em separado da deposição de Dilma.

O ministro consultou o secretário-geral da Mesa do Senado (homem de confiança de Renan Calheiros) e garantiu que não haveria questionamentos ao plano.

O PT armou tudo!

O PMDB participou!

Dilma e Cardozo se fingiram de sonsos!

Kátia Abreu articulou!

E Lewandowski chancelou!

publicidade