Diário do Brasil

A estratégia do governo para aprovar a Reforma da Previdência: Comprar deputados por R$ 2 bilhões

(Patrícia Carvalho)

O governo federal está veiculando, em rede nacional de TV, uma ofensiva publicitária para conseguir apoio popular para a reforma da Previdência.

A intenção de Temer (juntamente com o presidente da Câmara – Rodrigo Maia) é ‘tirar o pé do acelerador’ e atrasar a votação da reforma.

Tais propagandas teriam o objetivo de fazer uma espécie de ‘lavagem cerebral’ nos telespectadores.

Em uma dessas propagandas aparece um velhinho – muito simpático – dizendo que se a reforma não for aprovada, ele não terá dinheiro para comprar seus remédios.

Não é assim que se convence as pessoas!

Essa atitude (por parte do governo) tem nome: TOCAR TERROR!

Além de gastar uma pequena fortuna com publicidade, o governo ainda subestima a inteligência dos brasileiros […] hoje em dia as pessoas têm acesso à internet e correm atrás das informações […] gastar dinheiro com ‘tempo de tv’ é jogar dinheiro público na ralo.

E não acaba por aí …

O presidente também ordenou que cerca de 330 deputados recebam recursos para bancar obras em seus estados. (Temer precisa de 308 votos para aprovar a reforma na Câmara) 

Tais recursos são estimados em quase 2 bilhões de reais, algo em torno R$ 6 milhões por deputado […] esse dinheiro seria liberado até o fim do ano (em 7 parcelas).

Entenderam ‘as jogadas’ descritas acima?

O governo alega que não tem dinheiro para bancar a previdência, porém gasta bilhões para aprovar uma reforma […] e o que é mais grave: Temer está comprando os deputados bem debaixo de nosso nariz!


 

publicidade


error: Conteúdo protegido !!