“A Coreia do Norte está pronta para atacar a Europa” adverte a França

A situação da Coréia do Norte é “extremamente séria”, disse o ministro das Relações Exteriores da França

Jean-Yves Le Drian advertiu que algo tem que ser feito imediatamente para deter o comunista Kim Jong-un:

“Paris, Londres, Roma e outras capitais europeias estão no alcance de mísseis nucleares. A situação é extremamente séria. Estamos vendo a Coréia do Norte se estabelecer a cada dia que passa. Um objetivo hoje, outro amanhã […] em alguns meses, uma guerra nuclear se tornará uma realidade”. disse o ministro.

Le Drian destacou que a Coreia já possui meios para atacar os Estados Unidos e parte da Europa, Japão e até mesmo a China:

“A situação será explosiva. Temos que encontrar um caminho para as negociações ou nos tornaremos reféns de um ditador”

O ministro pediu para que o país de Kim Jong-un interrompa seus discursos ameaçadores e encontre uma solução diplomática.

Ontem (31), o primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, também advertiu (durante uma coletiva) que a Coréia do Norte poderia atacar a Europa a qualquer momento.

Ao lado de Theresa May, Shinzo Abe disse que a Coréia “se tornou uma ameaça global” com seus testes de mísseis:

“Essa ameaça é sentida não só pelo nosso país ou pela Ásia e sim por todo o mundo” disse Shinzo.

Em outras palavras, a Coréia do Norte lançará novos ICBMs e os alvos incluirão quase toda a região da Europa.


publicidade