26 chefes regionais do Ministério da Transparência entregam seus cargos e pedem exoneração do ministro

26chefes23

Vinte e seis chefes regionais de diferentes estados entregaram seus cargos hoje (30) em protesto pela permanência do ministro Fabiano Silveira na pasta, informou o G1

Gravações divulgadas na mídia mostraram Fabiano Silveira fazendo críticas à condução da Lava Jato e dando conselhos a investigados na operação.

publicidade

“Quem deveria fiscalizar e proteger a Lava Jato, criticava a operação e ainda dava dicas, porque tinha acesso a informações privilegiadas”

O Sindicato dos Analistas e Técnicos de Finanças e Controle informou que todos os 26 chefes regionais entregaram os cargos.

Eles afirmam que a entrega dos cargos se deve à permanência de Silveira na pasta após a divulgação das gravações e pedem a exoneração do ministro.

250 servidores em funções de chefia colocaram também colocaram seus cargos à disposição a partir de hoje, disse o sindicato.

A conversa divulgada foi gravada por Sérgio Machado em uma reunião com Renan Calheiros (PMDB-AL) e Silveira, quando Silveira ainda exercia o cargo conselheiro do CNJ (Conselho Nacional de Justiça).

Assessores do presidente Michel Temer afirmaram que Silveira permanecerá no cargo.

Além da entrega dos cargos, as atividades dos órgãos estão paralisadas em alguns estados.

publicidade